8 de ago de 2017

Vagantes no escuro

"Injustos fazem leis e o que resta a vocês?
Escolher qual veneno te mata"
                                                  
Não sei o que escrever porque o mundo tá muito errado. Tudo está confuso, louco e deturpado. Amar é algo escuso, mas mentir e oprimir é aceitável.
Não consigo escrever porque há muita desesperança nas minhas palavras, são tempos difíceis para o Brasil, são tempos difíceis para o mundo, “são tempos difíceis para os sonhadores”.
Eu não acho palavras que expressem o quanto a escuridão nos absolve, sei que havia flores em algum lugar e música, mas mal ouço a minha voz.
Então as palavras faltam, faltam os sonhos, faltam as forças. O mundo está estranho de um jeito cruel. As pessoas são mais secas que a aridez do deserto, os poderosos nos oprimem, os gananciosos roubam nossas forças...
Não há justiça, não há heróis, não há poesia. O medo alimenta nossos dias e a fome e a sede de algo verdadeiro e belo nos consome dia e noite. Estamos vagando no escuro.

Pai, ajuda, eu tenho medo do escuro, eu fiquei sozinha na estrada. Sozinha e amedrontada. 


0 comentários:

Postar um comentário

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados