10 de dez de 2016

Profunda Empatia



Eu tenho essa mania de tentar consertar as coisas, mas uma coisa que a vida tem me ensinado é que às vezes tudo é só uma bagunça mesmo. E não há nada de errado com isso. (Eu que o diga, sou uma bagunça e quantas pessoas já não tentaram me consertar?), então não vou tentar consertar nada dessa vez, mas há algumas coisas que gostaria de dizer:
Há milhares de formas de uma pessoa chegar à nossa vida. Não há um jeito certo. Algumas pessoas conhecemos desde sempre, outras conhecemos na fila do mercado. Umas vamos conhecer na escola, outras na universidade. E há até aqueles que conhecemos pelo amigo, do amigo, do amigo que a gente, na verdade, nem sabe quem é. 
E não importa a condução que tomaram pra chegar, o que importa é que elas chegam. Elas nos fazem rir, elas nos fazem chorar, nos dão vontade de bater algumas vezes. Em outras queremos pôr no colo.  O que nos faz olhar pra alguém e saber que aquele alguém já faz parte dos nossos dias? Ou nem sequer olhar, mas saber...
Profunda empatia, você disse, e por uma pequena eternidade dividimos essa empatia, estivemos dividindo a nossa profunda capacidade de brigar, mesmo quando nem queríamos (risos). Compartilhamos pensamentos, diferenças, alguns sonhos, manias, despedidas. Fomos amigos que se odiavam por alguns instantes para em seguida nos admirarmos mutuamente.
Você chegou e eu nem vi. Quando eu percebi já estava tecendo um cordão de estrelas iluminadas pra clarear minha vida. ( Não, eu não vou tomar Luzinol, mas ainda posso bater em alguém RUM). E eu te dizia que éramos pessoas completamente diferentes porque eu sou uma Luazinha bem aluada e vc é Terra, Terra e Terra. E com isso acho que eu queria dizer:

- Tenha paciência comigo. Eu não sou coerente e honestamente não quero ser. Eu sonho acordada e escrevo. Eu vejo uma pluma voando e escrevo. Eu planto uma muda de sonho na nuvem, e escrevo. Entretanto, se você aguentar tanta sandice vai ver que eu até sou uma pessoa interessante de se ler.

E vc foi paciente. Tá bom, algumas vezes nada paciente vai... rs Todavia, paciente o bastante para que  eu aprendesse um monte de coisas e sorrisse um monte de vezes. Claro, pessoas Terra geralmente se desesperam e saem andando rs. E você também seguiu seu caminho de luz. Mas eu, sendo eu, não poderia deixar que partisse sem muitas e muitas palavras na sua bolsa, no seu coração...
Aprenda uma coisa: não importa como a pessoa chega na nossa vida, se ela fica um dia ou cem. Essa pessoa fica para sempre. Deixa muito de si. Muda nossa trajetória. Nos ensina sobre coisas que precisamos aprender. Ela nos faz melhor, ainda que pense sempre o pior. Eu aprendi muito com você e não sobre teorias acadêmicas ou métodos de terapia. Aprendi que as vezes é bom encontrar um meio termo. Colocar os pés no chão um pouquinho e sentir o frio da terra. Aprendi a ser mais forte e a ser mais prática. Talvez você também tenha aprendido comigo um pouco, vai saber...
Eu espero que você seja feliz por todos os caminhos da tua vida. Não duvido que será, porque você é um ser feliz. (irritantemente feliz rsrs). Eu espero que haja mais música e muito mais poesia nas noites insones. E mais que tudo, eu espero que você entenda que não importa como chegou e sim que eu tenho absoluta certeza de que era pra ser você. E mais que tudo, espero que me perdoe por ser uma amiga tão confusa, que não deixou você perceber o tanto que é precioso, enquanto você esteve na minha vida. Mesmo a comunicação sendo muitas vezes criptografada pela NASA rs.
Profunda empatia... Talvez tenha sido isso mesmo. Seja lá o que foi, fico feliz de ter acontecido. E ainda que você não esteja mais na minha vida, nunca mais irá partir. Pois eu sou a mesma pessoa sem, no entando, nunca mais o ser... Pois sou a versão de mim para sempre acrescentada... de você.




Post feito como promessa/ despedida/ adeus e desculpas, especialmente para um amigo, ou ex- amigo, que partiu, mas que ficou. Amizade que parou no tempo e acabou em algum lugar entre uma virgula e outra. Então esse é o meu jeito de parar, porque coerência a gente não vê por aqui rs

2 comentários:

  1. A coisa mais linda que eu li esse ano. Muito verdadeiro. Poxa, coração demais, sincero, crível, encantador. Tenho certeza de que esse seu amigo gosta demais de você. Talvez ele seja o amigo do amigo do amigo, e talvez todos os outros amigos fossem melhores amigos, mas o destino quis que ele fosse seu amigo. Então, com destino não se brinca nem se briga. Olhando daqui, depois de ter lido um texto tão romântico e revelador, só posso dizer, esse cara deve ser bom mesmo. Quem é que ia ter uma mensagem assim, de uma autora tão perfeita quanto você? Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, quem dera ele tivesse gostado tanto quanto vc! Apesar de que tenho certeza que não foi a coisa mais linda que vc leu esse ano.
      Eu acredito em destino.Claro, nos fazemos nossas escolhas, mudamos as rotas, mas acredito do fundo do coração que nessa vida, nós conhecemos quem temos que conhecer.
      Quanto a não brigar com o destino, diga isso ao moço mais briguento que conheci rs
      Ele é um cara especial. Desses que a gente tem sorte se o destino resolve colocar na vida da gente. Ainda que por muito pouco tempo.
      Autora perfeita já é bondade demais da sua parte. Eu sou uma simples cosedora de palavras
      A mais simples de todas, nesse mundo.
      Beijo

      Excluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados