16 de dez de 2016

Ascenda uma luz


Estamos cercados de escuridão

Corrupção, oportunismo, opressão,
Guerra, desamparo, desespero, medos,
Desigualdade, injustiça, conspiração,
Oceano de ojeriza embrulhado por segredos.

Estamos cercados de escuridão

Ascenda uma luz que seja nesse mundo.
Seja você o começo da sonhada mudança,
Plante sementes de justiça em teu coração fecundo
Nele há de brotar um ramo de esperança.

Estamos cercados de escuridão

Feche seus olhos, dê-me a sua mão
Você é capaz de mudar o seu jardim
Espalhe a gentileza, a amizade e o perdão
A melhor mudança começa por você e por mim.


Basta uma luz pequena pra dissipar as trevas.



6 comentários:

  1. Boa Tarde, querida Juliana!
    Basta uma mão! Disse muito bem o poema...
    Seja feliz e abençoada!
    Bjm muito fraterno e Felizes Festas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A velha história do beija flor. Não dá pra reclamar do mundo sem a gente fazer a nossa parte pra mudança.
      Mesmo que esteja tudo tão insano. E quem devia dar exemplo tá nos fazendo passar constrangimento. E quem devia legislar por nós, legislam em causa própria.
      Ainda assim... Enquanto houver eu e vc podemos fazer a diferença.
      Seja muito feliz e abençoada tbm

      Bjos fraternos

      Excluir
  2. Acender uma luz é sempre muito importante. Bonita poesia. As pessoas hoje vem colocando os dedos na boca e com saliva vão apagando as velas, está muito tenebroso no mundo. Gostei, porque a gente tem que acender, que buscar a claridade nas nossas ações. Valeu. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Lucas... Eu poderia passar uma vida falando sobre aqueles que apagam velas.
      Mas prefiro te falar daquelas pessoas que com um sorriso salvam o nosso dia, aquelas que Quando a gente tropeça estende a mão pra nós levantar. É por elas que vale a pena viver, é uma dessas que eu quero ser. Beijo

      Excluir
  3. Que a voz nunca se cale...
    E a luz nunca se apague.
    Gosto deste protesto,
    e da palavra como alerta.

    Gosto de pensar, como pensava o filósofo português:
    "O Mundo acaba sempre por fazer
    o que sonharam os Poetas."
    in: Agostinho da Silva_Conversação com Diotima
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há tanta beleza nos sonhos dos poetas.
      Eu só consigo dizer: amém, amém, amém!

      Milhões de beijos

      Excluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados