16 de dez de 2016

Apesar de você


                                   
Eu queria dizer o quanto sou forte, apesar de você,
Que meus momentos de dor, eu suportei firme
Desde o primeiro dia e quantos eu for viver.
E eu choro e grito por dentro, as vezes eu urro,
Porque ser diferente nem sempre é legal, quase nunca é!
Eu queria te dizer que eu merecia as respostas
Eu merecia todas elas...
Você parece ter lançado uma maldição sobre mim.
Depois de você tantas outras pessoas se foram.
É tão fácil... É tão fácil...
Então eu me agarro a ilusão de que um dia isso vai parar,
De que preciso ser forte só mais essa vez.
E preciso respirar, se eu apensas continuar respirando...
Você já me fez quebrada e todos olham pra mim e dizem:
- Você tem essa coisa diferente, é louquinha, é engraçada.
Todos sabem só de olhar que sou quebrada.
Mas não imaginam o quanto.
Acham que é drama.
E eis que vem outras pessoas pra terminar de quebrar,
O que você já quebrou tão bem.
Pra me fazer sentir mais torta e estragada.
Alguma coisa má, alguma coisa errada.
Gente que é Mar e com suas ondas inunda,
Que finge se importar por um tempo e até querer ficar.
Depois se vai pra sempre e eu pareço a vagabunda.
Mas apesar de você. De vocês...
Eu permaneço. Eu sobrevivo. Eu resisto.
E um dia encontrarei alguém que se recusará a ir embora.
Alguém que não poderá me deixar aconteça o que for.
Então os meu pedaços todos serão uma coisa só,
Tudo que agora é parte solta será atado por um nó.
E eu serei inteira. E eu serei certa. E eu serei boa.
Serei suficiente, apesar de você, serei uma pessoa.


3 comentários:

  1. Garota, pensa numa poesia desesperada!Olha, foi forte, heim?! O cara quebrou, esmigalhou, varreu, milindrou....... Aí veio ainda outro que conseguiu quebrar melhor do que estava quebrado. Juh, essa poesia está sinistra de forte, cheia de emoção, de mágoa, mas eu sei lá, está bem bonita do ponto de vista da criação. Mas deu medo da dor. Valeu. Beijo

    ResponderExcluir
  2. Pode ter essa leitura aí que vc falou rs Poesia abre margens pra muitas interpretações e se alguém sentir dessa maneira pra mim tá bom tbm.
    Mas a ideia original não é de um cara não. O segundo personagem sim, mas não é o primeiro.Esse é um enredo de mil capas, muitos véus. A dor é assustadora, sinistra e densa. Mas no fim das contas achei aprazível. Beijo

    ResponderExcluir
  3. Tem um jeito tão só seu...
    de emoção no que escreve.
    Mais parece um poema saído na hora, na pele (como aqui se diz).
    Um beijo, amiga
    (vou avançando, ou melhor, recuando - aos poucos - na sua poesia aqui publicada)

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados