2 de set de 2016

Versos soltos

“Geleiras vão derreter, estrelas vão se apagar
e eu pensando em ter você pelo tempo que durar.”




O tempo passa suave,
Apaga o rastro na areia,
Coze histórias, tece a teia.
Torna simples o que era grave.
Faz de mim sombra de Lua.
Memória esquecida na mente.
Sonho dormindo na alma.
Constante presença ausente.
Gira o mundo, passa a vida,
Nascem flores, morrem caídas,
Mas por ser eterno o divino,
O coração segue em dança.
Amando o que amar é destino,
Sem desvios, sem mudança.


8 comentários:

  1. Maravilhoso0s versos!Adoro! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Que bom que viu beleza nesses versinhos Andreia.

      Bjos

      Excluir
  3. A coisa que eu acho mais legal no amor é essa poesia modelo doce. Nem sei se posso chamar assim. Eu sempre imagino alguém dizendo algo assim numa caminhada a dois. Sei lá, acho que o mundo ficou meio caótico, e não estamos dando atenção nas geleiras se derretendo, as estrelas se apagando e o amor permanecendo. Isso é muito legal no que você escreve, é raro e autêntico. Poxa, na próxima vez vou postar uma poesia que você me lembrou agora, dos meus dezoito anos. Eu pedi uma garota em namoro e ela mandou eu me catar, com poesia e tudo. Ela não gostava ou de poesias ou de mim, ou dos dois... Mas, valeu. rsrsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas!

      Como é bom quando vc chega. Traz uma alma Bonita, pensamentos interessantes.
      O mundo tá caótico. Tá chato. Tá triste.
      Curiosa pra vê teu poema. Se ela não gostou dos teus poemas fica triste não. Já diz aquela frase:
      "Melhor calar o que sentimos do que manifestar a quem não possa entender"
      Certamente outras tantas, muitas, apreciaram teus versos e frases.

      Milhões de beijos

      Excluir
  4. O início de teu poema me recordou um escrito meu, "o tempo é mar, é maré", e por ser assim, acaba por apagar as marcas que deixam em nossa praia, e quando nos assustamos, pela manhã uma nova praia ressurge, pronta para nossos novos passos!
    Belíssimo teu poema!
    Abraços.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados