17 de ago de 2016

Quando o amor é imenso, mas ainda há falta...

Ela buscava desculpas para as atitudes idiotas dele. Quando ele era estupido, era porque estava cansado do trabalho. Se era frio, era porque era carente de afeto e precisava de amor. Se não aceitava o seu amor, era porque tinha medo de se envolver e ser deixado para trás. Ele era uma boa pessoa! Ele tinha aqueles olhos de anjo. Como alguém com aqueles olhos de anjo poderia ser mau?
Ela perdoava suas grosserias porque tinha certeza que ninguém mais iria fazer e ele precisava de alguém que estivesse lá quando caísse. Sempre e para sempre... E o amava com um amor infinito, puro e abnegado.
O fato é que ela não o conhecia realmente. E ele sempre lhe dizia:
“Eu não sou uma pessoa boa. Não espere bondade.”
 Ela ignorava. Como alguém com um sorriso tão doce poderia ser mau? Ela queria que ele entendesse que por mais difícil e insano, o amor arranca as nossas inquietudes e nos devolve o melhor de nós. Todavia, quando ela falava ele só ouvia blablabla  e um monte de bobeiras. Era como se fosse um outro idioma.
Ela sabe que ele é bom. E sabe que há honra ali, mas ela não estará perto pra vê-lo perceber isso e tornar-se uma pessoa melhor e feliz. Porque apesar do amor ser intenso e puro não foi o bastante. Deu-se conta... Acontece! Às vezes só amor não basta...

Foi então que as desculpas acabaram.

8 comentários:

  1. Amei o texto e me identifiquei muito! Amor é uma via de mão dupla mas as vezes acontece de uma das partes amar demais e sempre encontrar desculpas para os comportamentos do outro. (Experiência própria de quem teve o coração partido!)

    bjss

    http://meumundodepalavrassoltas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Steph

      O interessante é que as vezes mesmo todo amor do mundo não basta. Nesse ponto é preciso ter coragem de abrir mão de um amor imenso pelo amor próprio.
      Mas não me parece fácil...

      Milhões de beijos

      Excluir
  2. Que triste quando isso termina assim,não é? Escreves com o coração! beijos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica!!!

      Deveras triste. Mas meu pai costumava dizer que quando uma história acaba é para que outra possa começar.
      Acredito que ele estava certo.

      Milhões de beijos

      Excluir
  3. Forte seu texto.
    Acho que muitas pessoas devem passar por isso.

    :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Muitos sonhos desfeitos, então ... Muitas almas a vagar.

      Milhões de beijos

      Excluir
  4. Seus textos são seu coração pulsando em diferentes ritmos, cantando em diferentes notas ou pintando em diferentes tons.. - mas, sempre o coração.
    Todo amor é também um pouco a busca do amor. Senão, todo amor seria sem propósito. Ocorre que quando essa busca se vez frustrada, uma, duas, várias vezes, a decisão é esta mesma: o amor que continua buscando o milagre sobre o que não existe, ou o amor próprio que, interrogando se não será em outro porto que se busque, a coragem de partir deste, tão próximo, para outro, desconhecido.
    Eu jamais ficaria. Alguém que a amará demais está perdendo você para o nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas...

      Talvez haja mais de mim nos meus textos do que dentro de mim. Rs
      Há sim minhas impressões, minhas crenças, meu olhar pro mundo.
      Escrever nos expandi para além da carne, não é mesmo? Só quem escreve entende essa sensação.
      Quanto ao amor... eu ainda acredito nele.

      Milhões de beijos

      Excluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados