11 de jun de 2014

Versos do fim...

E pus meu mundo aos teus pés
Ser alado, fácil de amar...
Veneno em veia corrente
Tão anjo que dói de olhar

Dancei tua musica inebriante
Por ser exato e igual
Sem exigências te recebi
Punhal ferino e letal.

Mas não passei de brinquedo
Pipa, boneco, pião.
Um passatempo coadjuvante
Marionete na tua mão.
                                                                                             
Estes são versos do fim,
Palavras que o vento levou.
Nossa história acaba aqui
Sem mudar quem fui, quem sou.



9 comentários:

  1. Lindo poema, amei
    Beijos
    http://segredosdacahlima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sempre lindos versos,mesmo os do fim! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. Ju,
    Que saudade <3 Como você está? Agora que estou de férias posso vir te visitar mais vezes *--*
    Adorei conhecer o seu lado escritora, lindo poema ^-^
    Quero te ler mais vezes! Beijos grandes!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema, lindas palavras, parabéns.
    Beijos

    http://palavrasmaisrimas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, adorei. Você escreve muito bem. :)
    Adorei conhecer seu blog, já estou te seguindo!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Lili, tudo bom?
    Nossa, que poema lindo! Você escreve muito bem! Senti como se fosse uma carta de despedida daquelas bem vingativas sabe, que vai junto com um punhal pro cara, pra ele ver a besteira que ele fez!
    Parabéns!
    Beijos
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  7. Eu concordo com a Sah e acho que troco o punhal pra uma foto sua dando beijinho no ombro. U.u
    O poema é lindo e é um que eu adotaria na minha vida. Kkkkk
    ESTOU COM SAUDADES!

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida Juliana
    Palavras fortes pra forte sentimento, na certa...
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Juliana
    Tão anjo que dói de olhar... Lindo o verso do seu poema tão angelical!!!
    Excelente fim de semana!!!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados