22 de abr de 2014

Todos os meus versos são para você


E no silêncio encontro meios de escrever
Tento não galgar abismos enquanto está longe.
Já pensei em virar freira, bruxa, monge,
Nós sabemos  que eu estou a sua mercê.

Eu tento ver as coisas com um olhar bonito.
Penso no presente de ter te encontrado,
Em como é raro encontrar o ser amado.
Fecho os olhos, respiro fundo e acredito:

Ninguém que tem esse sorriso tão bonito
Pode guardar tantas coisas feias no interior.
Por isso é o meu lado norte e senhor.
Ponho fé de que não seja só um mito.

Meus versos são todos, todos para você.
Retiro da minh‘alma e coloco no ar
 Mesmo sendo assim... Insano, eu te amar,
Escrevo o amor para que possas lê.




Um comentário:

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados