10 de mar de 2014

...



“Não sei como acredita em uma só linha do que esses mortais falam, eca!”
“Parecia sincero.”
“Se fosse sincero não haveria força na natureza que o afastasse de você, sabe disso!”
“Mas você também foi embora”
“Nunca! Apenas percebi que seria menos desgastante deixar que ele mesmo se destruísse. Sentei numa nuvem e esperei e ele fez tudo que eu sabia que ia fazer, é um fraco! Mas você minha cara, você é a imortal mais cabeça dura de todos os universos, mania de ser condescendente e perdoar o imperdoável. Durou mais tempo do que eu esperava.”
“Acho que por algum tempo fui apenas uma mortal. Quis acreditar... Por um segundo, juro, parecia real! Parecia a cura. Algo que me prendesse”...
“Em algum momento acha mesmo que deixou de ser quem é? Não. Quis acreditar! E acreditou. Mas foi só. Você e essa mania de salvar os seres indefesos e querer redimi-los. Eu quase me senti ofendido por tentar uma substituição tão tola. Depois entendi que não queria nenhuma cura. Estava procurando uma dor maior, algo que fizesse esquecer que eu sempre estaria aí"
“Eu só queria sentir como era ser presa, você me deixava livre demais!”
“Se eu a deixava tão livre por que sempre voltava pra mim? Presa por vontade, lembra? Eu só quero que seja você, não quero mudar nada. Nenhuma das coisas que fazem ser quem é”.
“Não sei. Eu me sinto tão perdida e fiz coisas que...”
“Ora, já chega! Pare de reclamar. Arrume essa bagunça! Você é a Lua, pelo amor de Deus!!! Haja como tal.



Um comentário:

  1. você só precisava se conhecer melhor, e no intuito de ajudar acabou fazendo muita merda.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados