24 de fev de 2014

Nonsense



Silêncios, vazio e passos,
Fome, loucura e traços,
Não espere escurecer nossa estrela.
Guie seus passos até mim.

Há essa distância entre nós
E eu padeço a cada entardecer.
Não é certo ser assim, distante.

 Sou a tua curva.
Cansada e turva...
Sei que pode sentir.
Leve-me até o infinito.

Há uma rota desconexa
Guiando-te até a ponte.
Juro,
Saltarei se também saltar.

Esqueça dogmas e leis.
Vença os dragões.
Salve-me depressa.
Estou ficando certa, certa demais...

Entorte-me as ideias,
Sufoque-me os medos,
Aproxime-se certeiro,
Beije-me com ardor.

Toque-me até que eu ensandeça.
Antes que eu seja reta.
Mostre-me o que é pertencer.
Antes que a estrela escureça.






2 comentários:

  1. Essa poesia dava um bom começo de livro heim ? ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde :)
    Como vai?
    Lindos versos...algo do tipo "me ame antes que seja tarde demais"

    Gostei :)
    Beijos e se cuida

    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados