5 de mar de 2013

Sobre pomada pro coração...


 “Então, que seja doce. Repito todas as manhãs,
 ao abrir as janelas para deixar entrar o sol ou o cinza dos dias,
 que seja doce...
(Caio F.  Abreu)


Quantas vezes na vida da gente acontecem coisas que nos tiram do prumo? As bases sólidas que sustentam nossa convicção parecem desaparecer. Caímos. Somos feridos. Ficamos perdidos dentro de nós mesmos. Quantas vezes temos o coração quebrado? 
Tinha uma propaganda que passava muito na minha infância. Era de um garotinho que tentava aprender a andar de bicicleta com o pai. Em um momento o pai o soltava e ele caia, machucava o joelho. O pai, então, aparecia com um remédio e na cena seguinte estavam tentando de novo, até que o garoto conseguia. O nome do remédio era gelol e a campanha dizia: “Passa gelol que passa”.
E eu na minha inocência ficava pensando nos poderes curativos dessa pomada. Uma  vez na escola, a vó de uma coleguinha morreu e ela chorando apontava pro peito e dizia pra professora: “Tá doendo aqui tia” E eu perguntei: “ Tia, não tem gelol?” 
Só depois entendi que nem todo gelol do mundo faria passar aquela dor. É assim, a ciência com toda a sua evolução não descobriu uma pomada eficiente pra coração doído, ou cola eficiente que conserte coração quebrado. Há uma musica de Leoni que fala um pouco disso. “Eu já ouvi 50 receitas pra te esquecer que só me lembram que nada vai resolver”. 
A dor é como uma nova inquilina na alma da gente, traz toda sua bagagem para fazer morada. É mesmo uma pena não existir pomada para o coração, ou receita. Mostre alguém que perdeu alguém que amava, foi traído ou passou por um grande trauma emocional e que hoje não sinta mais nada. Não há...
Mas as pessoas tentam, não é? E aí te ensinam um chazinho. Um livro bom que fala disso. Te incentivam a sair como se saindo a dor pegasse as malas e saísse também. Ela não saí. Por fim falam do tempo, o curador de todos os males e todas as feridas... É nada! O que o tempo faz é nos acostumar com aquela presença estranha dentro da gente, até que esta passa a fazer parte de nós.
E cabe a nós decidirmos o que vamos fazer com ela. A dor sempre tem muito mais a ensinar do que imaginamos. É como na propaganda da pomada, você chora, passa a mão no machucado, levanta e decide se vai tentar andar de bicicleta de novo. Pode parecer assustador, mas a emoção de vencer o medo é inexplicável... 



14 comentários:

  1. E vocês, também gostariam de uma pomada pra coração ferido?

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  2. Aiiin Ju não faz isso, esses textos são lindos!! Fiquei bem emocionada mesmo.. Realmente um coração ferido nunca é reparado, aquela dor continua, por mais que vc tente esquecer, ela está lá!!
    Adorei o post!!
    Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Lembro-me bem desta propaganda e da tal pomada...

    Depois da queda, vem a dor, o medo e a vida sem brilho.
    "Minhas lágrimas não caiem mais, eu já me transformei em pó."

    Mas, um dia desses, acordarás envolvida com a rotina e nem perceberá que aos poucos a dor que a dilacerava, não dói tanto quanto antes. Então depois de tantas quedas descobrirá que o tempo é a tal pomada da tevê e o famoso ”seguir em frente” é o maior sacrifício que podemos fazer pela vida.

    “Somente onde há sepultura, pode haver ressurreição.”

    Se fosse contar perderíamos a conta de quantas vezes já morremos nesta mesmíssima vida!

    ResponderExcluir
  4. ♥♥♥

    Lindo!! Mesmo doendo!!

    Bjkas

    Alessandra Tapias
    Tô pensando em ler

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que texto lindo, fiquei emocionada de verdade, você tinha que publicar um livro com esses textos. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Nossa que texto lindo... Você escreve muito bem flor...
    E seria ótimo se existisse um gelol pras feridas no coração...

    Diamante Negro

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Obrigada pela visita!
    Adorei seu blog e estou seguindo!
    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Perder alguém especial é sempre doloroso, mas não acho que uma pomada para o coração devesse existir, a dor faz parte do conjunto ser humano e sem ela talvez nós perdêssemos nossa humanidade.

    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  9. Olá Juliana
    Obrigado pelo ótimo comentário no Fernu Fala
    Sempre vamos passar por situações difíceis na vida. Mas é aquilo que dizem, o importante não é a queda e sim como a pessoa se levanta. Mas nosso coração nunca vai estar preparado para as pedradas da vida, mas quando ela vier temos que dar um jeito de continuar e vencer nossos medos e receios sempre.
    Tô te seguindo também Jornalista :)
    gde abrsss
    Fernando
    http://fernu5083.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Uauu q lindo momento, uma delicia vc esteve bem no inicio, esteve muito bem no meio e foi trinfal no final, pra vc minha linda poetiza bjos, bjos e bjosssssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. É muito triste perder alguém que seja muito especial, adorei seu texto e eu ficaria feliz se existisse uma pomada para curar essa dor que nos deixa tão mal!

    ResponderExcluir
  12. este texto me fez viver muitos momentos que passei na vida e é fato somos nós que decidimos o que fazer que rumo tomar e eu resolvi ser feliz espero que muitas outra pessoas tambem tenham esta escolha simplismente maravilhoso

    ResponderExcluir
  13. Juliana.
    Você me fez lembrar daquela história do beijar para sarar.
    O interessante é que às vezes o beijinho, a água com açúcar sarava mesmo.
    O importante é o afeto que colocamos no gesto.
    Lindo demais seu texto.
    Abraço

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados