30 de jun de 2012

Muralhas erguidas



Houve um tempo em que baixei a guarda. Abri as portas ofereci-me inteira. Fui me iludindo feito criança em dia de festa.  Perdoando as faltas e encobrindo os medos com sonhos de algodão doce colorido.
Perdi a infância. Perdi a fé.  Hoje sou mais humana, mais mulher. A princesinha cresceu. Muralhas erguidas, não cedo para ninguém o terreno sagrado do meu coração, por mim cuidado com as minhas próprias mãos.  Uso armadura e toda espécie de proteção. Nunca mais deixarei que cheguem perto o bastante para me ferir.
É uma guerra! E nessa guerra já conheço os dardos envenenados do inimigo.  E no fim... Eu quem vou vencer!
 

19 comentários:

  1. Porque já vi esse filme e nunca gosto do final!

    ResponderExcluir
  2. Entendo...
    Sinto muito por tudo.

    Nao, nao é uma guerra!
    Nao haverá mais incômodo!

    Staede

    ResponderExcluir
  3. profundo isso Ju, entendo verdadeiramente

    tem um pouco de mim nisso!!!

    beijokas

    http://www.estilopropriobysir.com/2012/06/resultado-dos-sorteios-depilart-e.html

    ResponderExcluir
  4. Muralhas que se abrem apenas quando queres...Se quiseres...beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Que desabafo forte e profundo, muito bom desabafar sempre.
    Mas escute, quando o verdadeiro amor chega, nossas armas caem por terra, graças a Deus, e nosso coração fica só navegando no amor.
    Desejo a você um grande e verdadeiro amor...beijinhos no coração e muito obrigada por sua doce visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade Teresa

      Sem que isso acontece...

      bjs

      Excluir
  6. Juliana, querida, respeito muito sua opinião, mas preciso lhe dizer que discordo dela. Porque hoje vivo de coração aberto e assim desarmo até aqueles que me feriram.
    Um abraço, apesar de discordar, gostei da forma como construiu o texto.
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só um mini conto Paty, qualquer semelhança com a realidade é mera coincidencia rs
      Mas uma dica... Nao deixe o coraçao tao aberto. É perigoso, um pouco de cautela nao faz mal.

      beijos

      Excluir
  7. Nooossa q mimo, a moça viajou lindo, baixar a guarda um pouco é sempre bom para tentar deixar quem sb a felicidade entrar? Pra vc bela poetiza bjos, bjos e bjossssssssssssssss

    ResponderExcluir
  8. É uma guerra!
    Temos que lidar com a dor, superar os obstáculos, acreditar no bem e confiar nas pessoas. Mas com as experiências das batalhas travadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acreditar no bem e confiar nas pessoas é o mais difícil depois de tudo. Lidar com a dor acaba sendo inevitável.

      bjs

      Excluir
  9. Quando a gente acha que não acredita no amor, lá vem ele, e renasce, nos mostra que é sempre possivel mais uma vez amar.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados