17 de jun de 2012

E se...


E se o céu for vasto demais?
 A liberdade me cansar,
Eu te disser que cansei de voar,
Que quero ancorar em teu cais?

Me prenderias em teus braços?
E tomaria com ardor
Sem medo e sem pudor
Preenchendo cada espaço?

Faria - me tua e só tua?
Como se o meu destino fosse ser
Para o mundo inteiro saber
Das tuas noites a Lua?

E se a letra já não bastasse,
E se eu precisasse da canção,
Se como as notas de um violão,
Do teu toque eu precisasse?

E se direto da minha mão
Eu estivesse te ofertando...
E se eu estivesse te entregando, 
Todo o meu coração?

Republicado 


9 comentários:

  1. As vezes fincamos a barraca no passado e a companhia amada segue viagem.
    Sao momentos de rever os erros, sarar feridas e seguir a jornada.
    Faço um pouco isso,agora, releio capítulos antigos, antes de escrever novas histórias...

    ResponderExcluir
  2. ...é aquele cuidado tão vital que poucos
    sabem cultivar para não ficar repetindo
    os erros que nada mais são do que
    intensas lições para uma vida
    cada vez mais completa.

    bom dia, minha flor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É esse cuidado que estou buscando Viv
      repetir os erros é repetir as lágrimas,
      mas aprender com eles é ser livre.

      Beijos

      Excluir
  3. Alguns "e se" me deixam triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos "e se" me deixam tristes...
      Outros tantos me fazem refletir,
      refletir sempre é bom rs

      Beijos

      Excluir
  4. Oie...
    Tudo bom?
    Que lindo....

    Adorei seu blog... Já estou seguindo...
    Depois dá uma passadinha no meu para conhecer... Relíquias da Lylu =D
    http://reliquiasdalylu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Lylu P!

      Fico muito feliz. Vou passar sim, viu?
      Beijos

      Excluir
  5. Primeiramente, passei apenas para retribuir a visita, entretanto, logo no segundo poema percebi que irei voltar mais vezes.
    Parabéns. Continuarei a ler mais alguns.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados