9 de mar de 2012

Sobre não haver melhor adeus que um abraço.


Amarga mesmo é a despedida, por isso consertamos o que dá. A gente tenta até o fim, vai juntando as pecinhas e remendando os pedaços.  E vale mesmo a pena sabe? Lutar pelo que se acredita, mergulhar fundo em uma fé verdadeira.
Há quem discorde, claro.  E salte do barco no primeiro sinal de desastre. Vão desistindo dos amores, das amizades, dos sonhos. É uma cena tantas vezes repetida. Olhares vazios. Palavras perdidas no silêncio. Corações que falam línguas diferentes...
 O que sei é que dá uma pena desgraçada fechar portas entreabertas. Encerrar histórias. Não há lágrimas suficientes pra apagar o inferno de um adeus. Por isso tentamos. Por isso nadamos contra a maré, porque detestamos derrubar pontes.
Lembro que quando criança eu andava com minha boneca preferida por todos os lados e sempre quebrava alguma parte da coitada. Então corria pro meu pai chorando, esperando que desse um jeito. E ele a consertava pra mim. Pena que um dia minha mãe desapareceu com ela. “Estava velha e feia.” Explicou rs.
É assim.  Infelizmente, algumas vezes, não importa o quanto nos esforçamos, “as bonecas desaparecem,” os sonhos fenecem, as pontes caem.  Nesta vida é inevitável um ou outro ponto final.
 Ah! Mas vou contar um segredo: Antes que minha mãe levasse minha boneca pra sempre, meu pai a trouxe pra mim e eu a abracei forte. É daquele abraço que mais lembro. Acredito que essa é a única maneira suportável de se dizer adeus. Quando nos misturamos em um abraço apertado.
 E foram tantas as despedidas que meus braços mantiveram junto ao peito! Muito de mim foi levado... Mas tanto já me foi dado que eu só posso  manter a fé.
 Antes que a ponte caia e antes que se conserve o amargo silêncio dos finais... abrace!
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ*






4 comentários:

  1. Abrace e tudo pode, de repente, recomeçar...beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Um abraçao pra ti Chica,que parece ser uma pessoa com tanto a dar e tanto a receber, dessas que queremos guardar no bolso pra levar por toda parte...

    Abraço apertado

    ResponderExcluir
  3. Doce Juliana, adorei sua visita.
    Já tinha lido algumas coisas suas e gostei muito, mas este texto fez eco em minha alma.
    Lido muito mal com as despedidas... Tenho uma dificuldade enorme para encerrar histórias, por isso sempre deixo portas entreabertas.
    O "truque" do abraço é bom, ainda que não possamos eterniza-lo, podemos nos alimentar da sua lembrança.
    Parafraseando uma menina muito fofa lá da Paraiba (risos), prefiro reticencias a ponto final.
    Abraços com carinho,
    Dilti

    ResponderExcluir
  4. E um abraço bem apertado conforta tanto... mesmo na despedida!

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados