14 de dez de 2011

Como se escrever sarasse a dor...




Sonhei que eu escrevia o poema 
perfeito. E quando passeava meus olhos sobre aquelas palavras, finalmente eu estava vazia. Aquelas palavras eram libertarias. Não havia mais nada a ser dito.
Uma lágrima molhou o papel. Eu estava livre. Sem dor, sem lamento algum. Sem reticências. Poderia olhar no espelho e ser apenas normal. Tão leve que podia flutuar no espaço. Tão simples que poderia ser qualquer garota. Poderia ser minha vizinha, poderia ser a vendedora da papelaria ou qualquer uma.
Tão fácil levantar da cama, Meu Deus! Acreditar em futuro... Não temer o passado e ser feliz pela dádiva do presente.  Apenas quatro estrofes que me libertavam pra todo sempre. E meus sorrisos eram, agora, carregados de verdade e os meus abraços não mais carregados de solidão.
Ser feliz não era só possível, era simples. Mas não como uma frase clichê, dessas que os que estão longe da nossa dor dizem, quando não sabem o que carregamos dentro do peito. A leveza era como respirar. E após tanto tempo com o ar preso nos pulmões, eu estava respirando!
Mas então, meus olhos se abriram pela manhã e lá estava eu deitada em minha cama, e lá estava aquela dor latejando em minha alma. Juntamente com todas as coisas que me roubam o ar. Levantar da cama era ainda o maior sacrifício que eu poderia fazer e eu apenas tinha que ser forte além do normal
, quando o que eu mais queria era ser normal.
Então fui até o armário, escolhi o melhor sorriso e coloquei no rosto. Proibi o passado de bater em minha porta, não pensei em futuro. Porque, pra existir aprendi a me concentrar, só, no hoje. Hoje levantei da cama e o poema perfeito não veio. Mas as reticências, sim...





*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ*

5 comentários:

  1. Na minha ideia, que pode ser fantasia, toda estrada desagua num poema perfeito!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais ...E as reticências, sempre presentes,né? beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. E com as reticências podemos sempre construir o nosso sonho!

    Um texto lindíssimo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. as reticências fazem crescer as suas dúvidas. No seu caso, acho que só complica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc acha?
      Quem sabe...
      Talvez esteja certo ou talvez nao rs
      Em todo caso eu gosto delas.

      Abraços

      Excluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados