10 de nov de 2011

Desnascendo...

"Tu porém, terás estrelas como ninguém…
Quero dizer: quando olhares o céu de noite...
Tu terás estrelas que sabem sorrir! "
(Antoine Saint-Exupéry)


Conheço a história de um pássaro sem ninho. Que só queria voltar pra casa. De voar e voar estava exausto. Belo dia resolveu se dar um prazo, um prazo pra se despedir do que tanto amava nessa vida, justo no mês em que foi mais feliz. E depois... Depois ele voltou pra o lugar de onde veio.
Sabia que cedo ou tarde todos ficariam bem, e exatamente como o Pequeno Príncipe fez, despediu-se do seu corpo e partiu. Fez isso quietinho, ninguém nem viu, uniu-se ao universo, se “deslimitou”. E como quem desnasce, à sua origem... voltou!

6 comentários:

  1. Que triste a partida e a despedida, uma pena que não seja inevitável!
    Beijocas, Ju...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. ...na verdade,
    todos queremos voltar pra casa!

    aqui é só uma passagem, não é?

    bjokas, linda flor!

    ResponderExcluir
  4. Um dia... todos voltamos às origens!!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo amiga.
    As vezes a felicidade está onde a deixamos é só voltar e nos vestir dela.
    A Elaine está bem, muito trabalho e alguns problemas a estão afastando do blog.
    Mas ela está bem é uma guerreira.
    Vou falar pra ela que vc perguntou dela;
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Lembranças de onde de quem basta pensar e sentir! Adoro seu cantinho!Abraços colega

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados