5 de nov de 2011

Muita sorte!


Não posso reclamar da sorte.
Conheço a história da agulha no palheiro há muito tempo,
Eu só posso ser agradecida, apesar da maneira como aconteceu,
Apesar de tudo que já passamos...
Já pensou nisso? Pensa só:
Sete bilhões de pessoas no mundo e eu encontrei você!
E hei de te amar e te amar sem escala de tempo e medida,
Por algumas (todas as) eternidades...

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ* 

Um comentário:

  1. É, pensando assim você não tem que reclamar. Gostei. rs
    Um beijo grande

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados