5 de nov de 2011

Felicidade indecente...

 "Quem conhece a felicidade não consegue mais 
aceitar humildemente a tristeza."

Meu Deus! Deve ser indecente alguém se sentir tão feliz como estou me sentindo! As borboletas no meu estômago, o sorriso que não larga meu rosto, a musica que ouço todo tempo...
Olho ao meu redor e vejo tanta gente infeliz que sinto até vergonha, disso tudo que explode aqui dentro, trilhões de estrelas iluminam minha alma. E eu tento cobrir com um pano pra que ninguém veja. Inútil esconder galáxias de felicidade com um pedaço ínfimo de pano qualquer.
Falo pra mim mesma: Não seja boba garota! Concentre-se nos problemas econômicos da Grécia, pense na fome na África, corrupção! Lembra da corrupção? Aquecimento global, câncer, traição! Pense nisso...
Por mais que minha razão e todos os meus neurônios trabalhem pra por sanidade e prender minh’alma no chão, ela flutua pelo ar feliz. Não há amarras, nem limites pra tanta felicidade. Nada adianta.
 Imploro: “Seja feliz baixinho, por favor, não quero incomodar meus vizinhos” Mas ela ignora e grita tão alto que me constrange: “Estou apaixonada! Estou apaixonada!”
É...
Desculpem-me vizinhos.

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ*

3 comentários:

  1. Que nada! Felicidade assim tem mais é que ser curtida.
    Pode gritar - faz bem.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Ê, que delícia!

    Todos os sentidos voltados pra paixão, tá certa, tem que ser assim.

    Um beijo.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados