29 de out de 2011

Surpreendente


A vida vinha sendo pouco suave,
De tirar o fôlego, dura...
Preenchida de amargura,
De obstáculos e entraves.

E quando menos esperava
O inacreditável aconteceu.
Toda muralha que a dor teceu,
Vem esse estranho e destrava.

Ao chão as defesas e muro!
Ergue-se o canto e rito,
E o coração agora seguro

Reconhece ser o amor,
Esse insano e tão bonito,
O seu dono e senhor...


*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ*

4 comentários:

  1. Poema bonito. A moça está nas nuvens.
    Goste!

    Teria sido melhor o silêncio?

    ResponderExcluir
  2. Rui

    Oi Ruiii !!! Tudo bem? Se eu estou nas nunvens... Hum
    Assim... Viver nas nuvens é meus estado natural, estranho seria eu por meus pés no chao rs

    Nao. Nao teria sido melhor o silencio!

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo poema!
    Sempre o amor... que é a mola real da vida!
    Da vida de quem sorrir...

    ResponderExcluir
  4. mfc

    O amor é mesmo essa coca cola toda! rsrsrs

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados