26 de out de 2011

Calando o que não podes entender...


Queria te falar dos meus medos.
De como ainda sinto o peito doer.
Da angustia que é pensar em te perder.
Do mal que fazem meus segredos.

Mas eu sinto que não entenderia,
Pois longe de toda está loucura.
Foi poupado dessa amargura,
E dessa espécie de melancolia.

Não sentiu o abandono desde sempre.
Teus olhos não viram o que eu vi.
Nem de longe sofreu o que eu sofri.
Não sabe o que é ter o adeus na mente.

Queria te abrir meu coração com valentia
E falar da solidão que corta o peito em três.
Mas te falar essas coisas não seria cortês,
Calarei meus sentimentos só por garantia.

2 comentários:

  1. Estava com saudades de vc e de seus poemas...

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema e nem sempre é bom calar sentimentos...beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados