23 de set de 2011

Sobre as coisas sem vida...


Mudei de mesa no trabalho. A anterior tinha vista pra rua e eu via pessoas indo e vindo o tempo todo. Apressadas, sem pressa, serias, sorridentes... Pessoas cheias de vidas e emoções de todos os tipos e tamanhos.
Mas o caso é que mudei de mesa e a nova tem vista pra uma planta de plástico. Depois de quatro dias olhando pra essa plantinha linda e charmosa... Cansei! Coisas sem vida cansam? Cansam... É como na vida. Quantas vezes nos afastamos de boas amizades, bons relacionamentos e nos embrenhamos em relações que aparentemente são belas, perfeitas, mas não são reais?
Eu já tive minha parcela disso. Já acreditei no inacreditável, em promessas lindas, mas vazias de verdade. Já me afastei da minha essência pra agradar outras pessoas e entreguei meu coração pra quem não soube morar.  Obtive pós-graduação com honra ao mérito nos quesitos: Deixar-se ferir, deixar-se enganar, esperar impossíveis em vão.  Aprendi. Isso passou.
Pra mim agora, se não for pra ser honesto e verdadeiro nem se aproxime! Se não tiver vida eu nem olho, se estiver querendo me mudar eu não fico e nem permito ficar. Tenho defeitos? Tenho! Mas pra cada defeito há umas dez qualidades.  A verdade é que eu não preciso ficar "vendendo meu peixe". Eu sou a esfera prateada, cheia de fases e luz! E está bem assim.
Não é que às vezes fazemos de tudo pra manter alguém na nossa vida, aceitamos as diferenças, suportamos os defeitos, perdoamos as falhas? Mas essa pessoa não faz por onde ficar? Colocamos nosso coração na palma de sua mão e dizemos: "Tome, pegue é teu!" E ela o esmaga entre os dedos.
Verdade seja dita, às vezes precisamos fazer com o coração da gente o mesmo que fazemos com a lista de contatos do MSN. Sair bloqueando, excluindo, ficando invisível. Nem todos merecem status de favorito, não. 
O bom é que parece que finalmente o botãozinho de desapegar ascendeu em neon por aqui. Apesar disso, ainda sou a mesma menina feita de fé! Coisas boas vão acontecer, o ser humano tem jeito, sim! Felicidade a gente faz todos os dias, amizades verdadeiras superam tudo, quando tem que ser pra sempre é pra sempre mesmo...
 A diferença é que a menina é também uma mulher. Então, se não for pra ser sincero, verdadeiro... Se não for pra ser inteiro, vivo e emocionante, se não for pra ser pra sempre, nem se aproxime. Não dê  uma de plantinha perfeita de plástico, porque pra me proteger eu aprendi a machucar!...

Ps: To tirando a plantinha da minha frente.


2 comentários:

  1. A planta de plástico não faz de todo parte da verdade da vida!

    ResponderExcluir
  2. Juliana...voce é totalmente reticencias...incognita, misteriosa, idade de criança mas mente de idosa, como escreve bem e se realmente tu pensas desse modo, nao so se afaste da plantinha plastica, como corte-a e jogue-a fora, mas no lugar, plante uma flor viva e admire-a com paciencia e sabedoria, e uma excelente terapia...bjin e Parabens, texto profundo e inteligente!

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados