14 de ago de 2011

Um história de amor em 11 atos ( 10º parte)


E agora, a menina não tão maluca espera a decisão do homem não tão certinho. Que ele lhe diga que uma história de onze atos deve ter apenas onze atos e deve sim acabar em novembro. E que lhe prove que é capaz de seguir como se nunca a tivesse conhecido.
Mesmo sabendo que essa não é a solução e que isso só vai feri-los mais. Porque chegaram a um ponto que já não dá mais pra fugir. Não é mais possível dizer adeus. Até quando isso vai durar? Eu não sei.
Saiba que por ela não acaba. Por ela é enquanto se ouvir a canção e vocês ficam juntos, mudaram as estações, mas o que ela sente só aumenta. No entanto, convido o mocinho dessa história pra escrever seu próprio final. Eu costumo dizer uma frase: De impossíveis também se vive...
Moço! É você mesmo... Escreva o seu final. A 11º parte eu convido você a escrever.

Essa é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com a realidade é proposital.

Um comentário:

  1. Bom alvorecer!
    Reflexição para o dia de hj...
    Deus é Pai (Poema)
    Composição: Fábio de Melo

    Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho,
    Quando a tarde engolia aos poucos
    As cores do dia e despejava sobre a terra
    Os primeiros retalhos de sombra
    Eu vi que Deus veio assentar-se
    Perto do fogão de lenha da minha casa
    Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça
    E buscou um copo de água no pote de barro
    Que ficava num lugar de sombra constante.
    Ele tinha feições de homem feliz, realizado
    Parecia imerso na alegria que é própria
    De quem cumpriu a sina do dia e que agora
    Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe.
    Eu o olhava e pensava:
    Como é bom ter Deus dentro de casa!
    Como é bom viver essa hora da vida
    Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim.
    Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos,
    Puxar a caneta do seu bolso
    E pedir que ele desenhasse um relógio
    Bem bonito no meu braço
    Mas aquele homem não era Deus,
    Aquele homem era meu pai
    E foi assim que eu descobri
    Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus
    Revela-me Deus com seu
    Jeito infinito de ser homem.
    Bjssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados