13 de ago de 2011

Uma história de amor em 11 atos ( 5º parte)

Invasão de territórios


Na prática ele se apaixonou por aquela garota louca. Acho que ela foi a pessoa mais carente, chata e difícil que ele conheceu na vida. E foi exatamente isso que o encantou. Na prática ele retirou uma a uma as linhas que ela colocou pra se proteger. Até que chegou a seu coração. E o conquistou pra si.
Já seria uma história complicada se fosse apenas eles dois... Ela era furacão e ele um dia de domingo. Duas pessoas tão diferentes brigariam o tempo todo! Mas fora isso havia todos os outros fatores, ambos estavam distantes, eram comprometidos e seguiam caminhos opostos.  Ambos eram base e exemplo pra tantas pessoas que se saíssem um pouco que fosse da linha derrubariam um monte de pessoas.
Ainda assim, era mais forte que eles. Quanto mais se aproximavam, mais queriam estar próximos. A atração que um exercia sobre o outro era quase palpável. Romperam distancias, medos e ficaram mais próximos ainda.
Em pouco tempo parecia que suas almas tinham se fundido e o que era reto ficou torto, enquanto o torto ficou reto. O que pensava deixou de pensar, o que falava sem pensar passou a meditar bastante. O sem metas passou a busca-las e por ser obstinado a conquista-las, a com metas passou a abandona-las...
 Ambos levavam muito do outro dentro de si. E isso os mantinha próximos, mais que isso os mantinha vivos.  Era como se ficassem alegres só de saber que tinham um ao outro. E todos os problemas e dramas, todos os medos e vazios, foram preenchidos de amor e embebidos de loucura.

E a cada dia esse amor ficava mais forte e insano...

0 comentários:

Postar um comentário

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados