26 de ago de 2011

E vou

Falando das dores que sinto sem ser compreendida. E vão me olhando torto como se eu não tivesse o direito de ficar triste ou sofrer! Vou colecionando crateras no peito e rindo meio torto, meio sem jeito. Somando vazios aos tantos que me acompanham. E ainda me comovendo com as coisas simples da vida. Aprendendo a ser uma igual. Deixando as lentes e os dramas pra trás. Mas não nas minhas letrinhas, nelas me basto, me consumo. Nelas me encontro, porque nem só de pão viverá o homem... Deixo aqui e ali as entrelinhas de um conto pobre e assim encontro um pouco de paz. Descanso nessa paz e me refaço na solidão, afinal sou mesmo a filha da solidão...

Posts programados.
O blog entra oficialmente de férias por
um tempinho, beijinho pessoas lindas!

4 comentários:

  1. Boa noite minha flor..desejo que voce se divirta em suas ferias, mas volte ok? Estarei sempre aqui t esperando...bjin e fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  2. As nossas dores são sempre importantes! Cura-as bem em férias e volta refeita.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados