27 de mai de 2011

Tomando posse de mim



Procurei, por muito tempo, a razão dele ter me deixado. Há meses, tudo na minha vida é ele. Das musicas que ouço até as tentativas de esquecer... Tudo por ele e para ele! Quantas lágrimas derramadas, quantas coisas que deixei de fazer, chorando no meu quarto, esperando...
 Sussurro os versos de Cecília: “Em que espelho ficou perdida a minha face?”. Eu troquei a minha face por uma face distante... E de novo fiquei sem chão, sem norte... Fui incapaz de um gesto de amor comigo, enquanto espalhava amor aos outros. Por que fiz isso? Por que não tive compaixão pra mim?
A partir de hoje tudo será diferente. É por mim que sigo em frente e é por mim que o deixo pra trás. Não no lugar em que ele me deixou: entregue a minha própria sorte, sem se importar se eu seguiria ou se morreria de tristeza. O deixo forte, com um chão debaixo dos pés.
 Volto a ser a personagem principal da minha história, e se a tristeza me abater, lembrarei como foi fácil ser deixada pra trás. Um cara capaz de esquecer, completamente, alguém tão especial... Não merece ser lembrado.
Eu o amo muito, isso não mudou nem vai mudar, porém, meu primeiro amor é para comigo, o meu melhor amor é para mim. Chega de voar sem rumo. Aves precisam de ninho pra pousar e o meu pouso é a minha alma. Tomo a chave de volta e ergo as muralhas ao redor. Sou, de novo, a senhora e dona do meu coração.

Juliana Lira

10 comentários:

  1. Ju que lindo e intenso.
    Querida... Tudo que um dia foi intenso, nos volta. E quando retorna é de lamber as bordas e dedos. Acredite!
    Quando a gente se dá, de tal forma, sempre ficamos na expectativas de reciprocidade, porém algumas pessoas não estão preparadas para este dar e nem para este receber...
    O que nos resta é reciclar.
    Recicla-se e não deixe de acreditar.

    Um grande beijo!!!!

    ResponderExcluir
  2. Julina querida, estarei sempre acompanhando a tua solidão na leitura de teus textos.
    beijos querida

    ResponderExcluir
  3. Luanda M.S. Cabral

    Oi Luh!

    O que eu posso dizer? Seu comentário foi lindo. E estou em uma fase chorosa, entao nao vou conseguir comentar direito rs
    Saudades de vc, que bom que veio.Venha mais! Porque aqui as Reticencias sao minhas, mas a casa é nossa!

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir
  4. Sandrio cândido.

    Sabe que por incrível que pareça nao sou solitaria? rsrs Ando com problema que os meus queridos amigos nao me deixam tempo pra escrever tanto quanto eu queria... E a vida, anda corrida demais!
    Eu, Juliana, nao sou solitária. Sou saudosa.Sinto uma saudade que me esmaga o peito e que me agarra com a força de mil homens me sufocando... Escrever me faz respirar.

    Toda vez que vejo que veio aqui e leu um poema meu, vc poe um sorriso no meu rosto! Entao obrigada meu amigo, por ser um criador de sorrisos. :)

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei... Preciso levar isso para minha vida também! PENSAR MAIS EM MIM!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Apenas Tici...

    É que às vezes nos doamos tanto, que esquecemos: também precisamos nos dar amor. Nos amar! Nos valorizar... Nos proteger e nos cuidar.
    Fico feliz que leve um pouco do Reticencias com vc! :)

    milhoes de beijos

    ResponderExcluir
  7. Minha amiga querida, sensível e poeta vc está certíssima. Nunca podemos nos anular em função de ninguém. Primeiro o amor e o respeito por si mesma, depois pelos outros. Digo isso pq tb vale pro meu momento viu!

    ResponderExcluir
  8. Olá! que blog maravilhoso! parabéns vou passar mais vezes aqui viu! e te seguirei tb.. aproveitando.. gostaria de divulgar um blog que amo com vc tb.. ficaria honrada se o seguisse.. é o http://wash27.blogspot.com
    ele comecou agora mas tem um bom conteudo..olha parabéns mais uma vez! continue assim..! grande abraço.. segue mesmo viu..

    ResponderExcluir
  9. É o cair e levantar que nos torna gente. O poder de sangrar, cicatrizar e refazer a pele castigada. Para talvez...talvez... esperar que da próxima não doa tanto.

    E saber que, se doer, passa. Como tudo.

    Beijo grande ;)

    ResponderExcluir
  10. Oi Juliana,vim conhecer seu blog e amei...
    Adorei as suas palavras e já passei por tantos momentos assim e aprendi que devia gostar de quem gosta de mim. Quem não me queria,no fundo não me merecia. Se cuida e seja feliz se amando muito!!!
    Já me tornei seguidora pra não te perder de vista!
    Abraço carinhoso.
    Cris.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados