2 de mai de 2011

Sobre essa bolha chamada: VIDA...

Sabe aquela primeira pessoa pra quem você pensa em contar uma novidade? Aquela que te ajuda nas horas difíceis, que cuida de você ao ficar doente e te abraça forte quando a dor é insuportável...
Ela vai morrer. A qualquer momento, de uma hora para outra. E eu me pergunto se todos os "eu te amos" foram ditos, se cada gesto de amor foi valorizado, se o tempo (imprevisível) foi aproveitado. Será? Por que deixamos quem mais amamos sempre pra depois?
Ando pensando bastante em minha própria morte e resolvi tomar umas providências antes de partir, comecei a escrever uma carta pra cada pessoa importante de minha vida. Apenas uma garantia de que elas vão saber o quanto foram amadas e importantes...
Cada carta será colocada em um baú que eu ia dar pra uma pessoa que amo muito, mas essa pessoa partiu sem que desse tempo.
A vida é curta e o milagre de Deus talvez seja esse! Ah, se a gente valorizasse isso... Os pequenos momentos, o dia a dia... Sem esperar grandes acontecimentos, grandes surpresas. Porque a vida é esse hoje mesmo, sabe?
Então você seria grato apenas por despertar, e por ter sua mãe por perto, seu pai... Sua esposa ou marido... Pelos seus amigos, os de perto, os de longe... Por aquelas pessoas que te amaram e que te amam. E não ficaria furioso pela chuva ao ir trabalhar, ou pelo trânsito no caminho. Porque você seria grato por estar vivo e ter quem te ama e a quem amar.
Na maioria das vezes eu sofro não pelas coisas que não tenho, pois sei que um dia, cedo ou tarde, eu as terei, mas pelas pessoas que já não dividem seu tempo comigo, ou por não poderem mais ou porque não querem mais. Mas ainda assim sou grata a Deus por cada uma delas, Deus as abençoe onde quer que estejam e que o amor que eu ainda sinto as alcance.
Viver é morar numa bolha de sabão, quanto mais você sobe, mais quer subir, nunca olhando para o chão, sempre para o céu, pensando que é um ser eterno... Mas um dia, quando menos se espera, a bolha estoura. Então, para você, para quem você ama... Apenas faça com que o passeio valha a pena!...

 Juliana Lira

3 comentários:

  1. Vi o dia de hoje com outros olhos.
    Obrigada =)
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Lilian...

    Tenho uma prima com esse nome.rs Que bom que meu texto serviu como lentes coloridas pra vc, Lilian. Fico tao feliz...
    Espero ve-la sempre por aqui.

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir
  3. Juliana, sábias palavras. Acho que todas as pessoas já sentiram isso em algum momneto da vida. E fico a imaginar: por que é tão difícil demonstrar aos outros, principalmente aos mais próximos, nossos sentimentos. Vamos nos cuidar. O momento é hoje. Prá que deixar para amanhã?
    Amanhã, poderá ser tarde. Vamos viver como se "não houvesse o amanhã".

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados