13 de mai de 2011

Cantas pra mim?



Delírios soltos.
Apelo mudo.
Eu tinha tudo.
O canto envolto...

Nas asas do vento,
Dispare as notas.
Já sabe a rota.
Voa no tempo.

E chega a mim,
Meu grande amor!
Pois és cantor
E querubim.

Dispense o fel.
Deixe-me louca,
E da tua boca
Dai-me teu mel.   

Juliana Lira

3 comentários:

  1. Lindo maravilhoso o teu poema-pedido, se fosse a mim já terias feito.
    abraços querida

    ResponderExcluir
  2. Sandrio

    kkkkk Que meigo vc! Além de educado e poeta ainda tenta elevar minha auto-estima. Obrigada
    ⊱✿◕‿◕✿⊰

    Milhoes de beijo

    ResponderExcluir
  3. Uma pena que o pedido nunca chegue ao seu destino. E também que se chegasse, jamais seria atendido. Uma pena...

    Milhoes de beijos

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados