2 de mar de 2011

Fui...

ESCRITO por Juliana Costa de Lira
Fui errante, fui poeta,
Fui pássaro sonhador.
Fui a noite enluarada
Que na escuridão da estrada
A um simples guerreiro
Se entregou.
Fui natureza viva e canção.
Fui anjo de candura
Um misto de fada e bruxa
Fui quase a perfeição!
Fui intensa, fui doce e fel.
Fui tanto pra quem meu coração amou.
E ainda assim não fui o suficiente,
Ainda assim não bastou...

7 comentários:

  1. O importante é que sentiu...!

    um beijo, Juliana!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju!!!
    O que vale nesta vida é o sentimento e a liberdade de expressá-lo, quem não consegue ou nao valoriza.... PACIÊNCIA!
    o que vale é que você viveu e VIVE!
    Enorme abraço

    ResponderExcluir
  3. Verdade...

    Pra mim valeu a pena. :)

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  4. Tudo vale a pena nessa vida. Se não bastou ou teve o reconhecimento merecido é porque nao era pra ser.

    ResponderExcluir
  5. Juliana!

    Apesar do engano o seu poema é uma doçura!!!Muito lindo mesmo!!

    Um beijo,saudades!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados