7 de dez de 2010

Sobre as escolhas...

FOTO: Google imagens
ESCRITO por Juliana Costa de Lira
Desolados! É assim que em alguns momentos olhamos em volta... Tudo tão diferente do sonho, das metas! Tão cinza, sem cor... E nos sentimos num beco sem saída, presos, engaiolados... Tão perdidos que nos falta o ar. A alegria então foge da nossa face, e cada dia parece uma repetição infindável...

Eu tinha cerca de sete anos quando, na escola, ocorreu um fato inusitado: um garoto, que agora eu não consigo lembrar o nome, fez xixi nas calças. Ele que sempre era alegre e dava um trabalhão às tias, ficou recolhido em um canto enquanto os próprios amigos zombavam as gargalhadas! .

Lembro o olhar triste daquele garoto acuado, e lembro o olhar perverso daquelas crianças zombando da situação. Eu escolhi qual olhar eu não queria ter e o defendi. Com isso ganhei a inimizade da sala, os piores apelidos e alguns bons traumas... Dias depois o mesmo garotinho que eu defendi era um dos que zombavam de mim. 

Escolhi ser diferente. E cada escolha nos cobra um preço. Foram essas escolhas que me trouxeram aqui. Daqui dez anos só Deus sabe onde estarei. É assim um passo de cada vez. Às vezes erramos. Mas nem sempre vamos errar! Teremos momentos de sorvete certo, amigos verdadeiros, orgulho de nós mesmos.

E haverá momentos em que aquele passo errado, inacreditavelmente, nos levará ao lugar a que verdadeiramente pertencemos. É Tempo de ver as cores que temos nas mãos. Talvez a palheta esteja limitada, mas não é que azul com amarelo é verde?  “Deus nos deu por gaiola a imensidade”. [RE] COMEÇAR não tem prazo instituído por lei ou validade...

3 comentários:

  1. Uma vez precisei fazer uma escolha e hoje vejo que errei, fazer o que né? Agora é seguir em frente que atrás vem gente...

    Tá lindo seu blog Ju.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Deus deu mais que ar, coração e lar, deu livre arbitrio e o que você faz? Não existem escolhas boas ou certo, existem consequências. Beijo

    ResponderExcluir
  3. Ah Ju, temos todo o direito de fazer nossas escolhas por mais que erremos ou nos arrependamos delas depois. Mas quem disse que precisamos ser perfeitos? agradar todo mundo sempre e acertar sempre? O importante é fazer a escolha de acordo com o coração e naquele momento vc fez o que era certo e justo! Nunca se arrependa disso mesmo que venha a ingratidão alheia!

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados