3 de dez de 2010

Quando se desperta...

FOTO: Google imagens
ESCRITO por Juliana Costa de Lira
 
Parece que foi ontem que eu te tive comigo
Você sorriu, e me aconchegou em seus braços,
E tudo teve um novo significado naquele abraço

Quando foi mesmo que eu comecei a flutuar
Ouvindo apenas o som da tua canção,
Sentindo a melodia que me eleva e faz sonhar?

Triste não é sonhar, é quando se desperta.
Hoje você não canta mais, o silêncio,
Toma proporções dolorosas e meu peito aperta.

No meio de tantas mentiras confesso já não sei,
Se a pessoa tão incrível que me tocou
Tão profundamente...É a mesma que eu amei.

4 comentários:

  1. Quase Sempre nos enganamos com as pessoas que amamos, e é isto mesmo, no começo tudo é belo, do meio para o final acontece isso...

    ResponderExcluir
  2. Saudades do tempo que cantar, era encantar, que encantar era venenoso, que veneno era desejado, mais desejado que respirar.

    Hoje o encanto é uma lembrança, a vida toma rumos iguais, não tem borboletas in'dança.

    O coração passa frio, do nada que se alimenta, é triste quando um belo pássaro se acorrenta.

    O tempo me escapa pelas garras, pelos dentes, pelo sangue jorrado, eu luto pra não ver só grades, mas são só grades que estão ao meu lado.

    Tem cores em alguns momentos, pinturas pequenas em outrora, mas quase sempre me é cinza, sinto falta da vida la fora.

    Eu queria que fosse diferente, no entanto estou aqui agora, tentando levar para frente, a vida que tenho agora.

    Não gosto de pontos finais, meu caso sempre foi com as vírgulas, no entanto se o sorriso morre, a saída se torna uma boa amiga.

    Saudades pássaro raro, princesa, satélite natural único de uma terra hoje estranha e não muito feliz.

    Beijos.

    Estranho quando tudo o que se queria, não é exatamente o que se quis.

    ResponderExcluir
  3. ela tem mel na escrita
    e de diabetes morro...

    um beijo,
    do sempre, embora sumido

    menino-homem

    fique com Deus!

    ResponderExcluir
  4. Belíssima poesia Ju! Vc escreve mto bem mesmo! Deveria publicar!
    Ta tudo bem por aí?

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados