4 de jul de 2010

Eu...

 Escrito por Juliana Costa de Lira

Já tentei ser quem não sou, já confiei nas pessoas erradas, já me isolei do mundo... E no auge da minha imaturidade afastei as pessoas que realmente me amavam. Já perdoei coisas imperdoáveis, e outras que eram bobas... Ainda luto por perdoar.
Em um mesmo dia eu posso me achar linda, feia magra e gorda. Eu já quis voltar no tempo, já quis apagar coisas que eu fiz e coisas que me fizeram, também já quis acelerá-lo, pra minha dorzinha sarar.
Já acreditei no destino, já me encantei com o acaso, mas nunca cri em coincidência. Eu já perdi uma melhor amiga, recuperei uma melhor amiga e depois foi ela quem me perdeu. Eu já me desfiz de coisas inúteis só pra ir buscar no lixo depois.
Eu já  tive amor platônico, cortei meu cabelo ridiculamente, deixei queimar comida... Já me perdi pelas ruas e pela vida e também já fui encontrada. Eu já fiz minhas artes também: Sai vestida de mendigo pra ver como as pessoas me olhavam, coloquei sal no suco de uma pessoa mal educada, já fugi de casa (pra debaixo da mesa da cozinha, mas passaram horas me procurando rsrsrs)
Já li Platão, José de Alencar, Sabrina, Contos da Disney e gibis da turma da Mônica(aprendi com todos eles, ainda aprendo).

Eu já tapei os ouvidos aos conselhos dos meus pais, hoje ouço atentamente os da minha mãe e tento lembrar continuamente aqueles que um dia meu pai me deu.
Eu já fiz gol contra e já marquei o gol da partida. Já fui considerada a pessoa mais calma do planeta e já perdi a razão enfurecidamente. Eu já tive catapora!Já chorei vendo Jack afundar no mar ( 24 vezes), tive pânico de Chuck  pra rir dele, anos depois.
Já sofri bulling na escola.Fui abandonada, traída e ignorada. Mas também já fui defendida com paixão, acolhida com amor e já fui única pra alguém. Eu já tive babá e fui babá de alguém. Já levei  14 pontos na testa. 

Eu já tive cinco, dez, 20 anos!Mas ainda assim. Depois de tudo que aprendi ensinei e vivi...
Eu ainda cometo erros tolos!
Às vezes ainda me perco. Acredito em quem não devo. Vou ao lixo atrás do que joguei. Perco a razão ou fico calma demais. Eu ainda choro vendo Rose ter que seguir sozinha no mar... E ainda faço de um tudo pra entender como os outros enxergam o invisível.
Se eu cresci? Bem, eu já tive catapora e não tenho mais babá. O RG, que carrego, me diz que sou responsável por meus atos.E já não caibo mais debaixo da mesa da cozinha.Não sou mais uma criança, já passei por tanta coisa que nem sei!
Mas crescer? Crescer é outra coisa!
Será que alguém realmente cresce na vida? Será que todos não têm medo, cometem erros e precisam de colo? Será mesmo, que eu sou tão diferente de todos, só porque choro se dói, ou rio descontroladamente se acho graça?
Quem me conhece rir e diz: Juh, você nunca vai crescer! Talvez estejam certos.
Dentro de mim mora uma menina de cinco anos que corre atrás de borboletas e salva as formigas que pisa. E eu nunca irei expulsa-la.
Talvez apenas a ensine a dar uns bons pontapés de vez em quando! rsrs

12 comentários:

  1. É Ju, crescer é tão difícil e complicado que há momentos em que bate a saudade dos tempos de infância mas todos temos medos, dificuldades, coisas para aprender, para fazer, para superar, para descobrir. A vida de ninguém é perfeita o que importa é continuar lutando e acreditando sem nunca perder essa criança interior.

    ResponderExcluir
  2. Crescer é dificil......mas um dia todos nos crescemos querendo ou não, a maturidade chega.....
    Lindo texto amiga, adorei...
    Boa semana, beijos.

    ResponderExcluir
  3. Eu também guardo dentro de mim meu espírito de criança. E tenho orgulho de dançar na chuva, apanhar a água do rovalho com a boca! de imaginar coisas que só eu tenho coragem e, que fazem parte dos sonhos de quem um dia sonhou deveras. Todo mundo é diferente, ninguém pensa igual e todos ainda guardam sonhos, mesmo que sejam mais mesquinhos, sem a pureza de quanod eramos crianças!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Juliana

    Belo. Falas com a alma...de menina, de adulta, de mulher e invariavelmente de: poetisa.

    ResponderExcluir
  5. Tenha uma linda semana.

    Tomara que essa semana seja
    para você um ínicio de vida
    inteiramente azul...

    Que o mau humor e as coisas
    ruins fiquem bem longe de
    você...

    Que você comemorar cada novo
    dia...

    E aceite cada momento como um
    presente especial da vida para
    você.

    Você possa declarar, demonstrar
    e receber muito amor...

    Que sonhe e voe cada vez mais
    alto, e alcance seus sonhos!

    Que você possa e saiba trabalhar
    e estudar, e fazer tudo com prazer.

    Que saiba descansar, se divertir
    e fazer o que você gosta!

    Seja sempre essa Pessoa Especial
    que é!

    Que você tenha uma Linda Semana!!!

    (texto da net).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  6. Ahhh Juju, a gente vai crescendo com as quedas tbm. mas respondendo ao meu post, claro que podes entrar e pegar meu coração, aliás, já tá lá!!!!

    Beijooooooos

    ResponderExcluir
  7. há sempre uma criança que nos habita, reflexo do que já fomos e do que gostaríamos de vir a ser.

    ResponderExcluir
  8. Ju,

    nossa vida é um eterno aprendizado, e nunca estamos "prontos", Acredito que crescemos por partes, um dia atrás do outro... Já te disse que amo teus textos?

    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  9. Querida Ju,
    Ainda bem que voltás-te e com um texto excelente!...Todos temos as nossas crises, todos andamos do direito para o avesso e do avesso para o direito! Viver não é fácil, nunca conseguiremos saber tudo, estamos sempre a aprender e no pouco que se aprende volta-se a errar, então quando se tem um coração maior que a cabeça!...
    Consola-me saber que «errar humano es»!...
    Posso não ser muito assídua, está por cá muito calor, não apetece estar no computador, mas sempre vou aparecendo.
    Muitos beijinhos,
    Manuela

    ResponderExcluir
  10. passamos a vida a tentar aprender o que no fundo já sabemos

    ResponderExcluir
  11. Olá juliana,

    Encontrei-a no blog do Abraão, o que chamou-me a atenção foi seu comentário em forma de poema, e que poema! Aqui concluo que vc escreve dominando a universalidade, nos encontramos em suas palavras, como se fossem palavras nossas, e são de alguma forma, de todos que se encontram nelas,
    Feliz de encontrá-la,

    Abraços ave rara!

    ResponderExcluir
  12. Muito lindo o que você escreveu, Ju!
    No fundo, no fundo, padecemos dos mesmos receios, erramos e acertamos, choramos e rimos, perdemos e ganhamos, partimos e ficamos, ainda que tenhamos particularidades que nos fazem diferenciar dos demais. No bom sentido, eu diria que a vida é bipolar assim como nós também.

    Beijo,
    Inês

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados