28 de jun de 2010

Invocação!!!!

Escrito por Juliana Costa de Lira

Estrela do meu mar celeste,
Oceana nas profundezas do meu ser.
Toca o manto amarelo-ouro, e veste,
Que faço até malabarismo pra te ver.

Que eu canto um canto raro
Pros teus ouvidos, sabiá.
Que eu te faço um risco claro
Que no escuro conduzirá.

Semente plantada que eu rego
Frondosamente enraizada no peito.
Ah!Cresce em mim, que eu não sossego
Apenas na tua sombra me deleito.

Homem caixa de Faber -Castell
Que traz o sol em qualquer folha.
Monta o dorso do teu corcel,
Que eu te ensino a fazer bolha.

12 comentários:

  1. Que lindo Ju! Adoroo ler suas poesias!

    ResponderExcluir
  2. Se vc tá plantando e regando com certeza colherá bons frutos amiga...
    Boa semana, beijos.

    ResponderExcluir
  3. ...bom dia linda princesa que
    gosta de versejar!

    adoro!

    bjbj

    ResponderExcluir
  4. Seria a estrela do amor?

    Beijo, querida Ju!

    Inês

    ResponderExcluir
  5. Se poema me lembrou da música Aquarela.
    Ameii

    ResponderExcluir
  6. Andando pelos blogs, encontrei o teu...
    Muito bom, cada texto, imagem..
    Lindo teu cantinho..
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O Amor anda pintando em seus dias, é Flor?

    BeijO

    ResponderExcluir
  8. Vc já visitou esse blog aqui:

    http://meninaspoderosasdoblog.blogspot.com/

    Ainda não! Está esperando o que?

    Vc vai gostar!

    beijoo

    ResponderExcluir
  9. não sei se está pintando o amor mas sei que a nostalgia do amor brilha em teus versos.

    ResponderExcluir
  10. oi amiga saudade de ti..estou sumida .srsrsrs amo vir te ler.. fico encantada com seus escritos.. trazem a esperança de um amor que vai vir ou ja surgiu. é bom encontrar o frescor da juventude..beijão...Maria Bonfá

    ResponderExcluir
  11. Oi Juliana! Que bonito poema esse aí!!! Gostei mesmo. Vc tem mesmo queda para fazer poema que entra no coração da gente.

    Um beijão querida.

    ResponderExcluir
  12. Feliz Metade do Ano Ju.

    Ótima tarde.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados