13 de fev de 2010

Caminhem juntos pelo resto da vida!

 
 Ao meu irmão Cleyton e sua esposa Ruth
Por Juliana Lira

Caminhamos juntos na vida por vinte anos
Desde que tu era uma criança e eu um bebê
E eu aprendi boas coisas na vida com você
E sei que isso era de Deus planos...

Estivemos juntos naquele dia terrível
Quando a morte não poupou o nosso pai,
Ela que sempre rouba e subtrai,
Causou-nos uma dor palpável e  horrível.

Sim, estivemos juntos  mesmo quando brigávamos
E quando regalados de felicidade ou enternecidos,
Se de emoção, se bravos ou pela dor, consumidos.
Éramos irmãos e tudo compartilhávamos...

Ontem você escolheu a pessoa pra prosseguir sua jornada.
Aquela que pois aquele sorriso lindo no teu rosto
E transformou meu frio irmão num homem decomposto!
A sua outra metade agora esposa e amada.

E perguntavam por que eu em lágrimas me debulhava
No que eu prontamente chorando respondia:
“Não é óbvio que hoje é do meu irmão o grande dia?
Que ele finalmente encontrou aquilo que esperava?

Não é óbvio que o sorriso dele é daqui o mais bonito?
Que nosso pai teria dele um orgulho tal,
Por finalmente ele usar uma roupa  formal?
E por considerar esse casamento bendito?”

Vejo um casamento que nasce sadio.
Vejo uma vida cheia de canto e riso.
Vejo um choro contido que trás um aviso:
O ninho da minha mãe está vazio...”

Meu irmão de velhas brigas e pontapé.
Ontem também foi um dia muito feliz pra mim.
Porque considero que você fez a escolha certa, sim!
Casamento é um barco que navega contra maré...

Então desejo a você e a sua esposa querida:
Que saibam que esse barco só é conduzido a três
Pelo amor de Deus e o de vocês...
E que caminhem juntos pelo resto da vida!

15 comentários:

  1. Desejo que eles sejam muito felizes amiga e que sua homenagem se faça em luz e amor para sempre, enquanto vida existir.Daqui a pouco o ninho da mãe fica cheio de novo,ganha uma filha tb e se vierem netos então...A felicidade reina dobrada. Parabéns pela irmã que você é,gostaria de ter uma assim(sem olho gordo) rs...Não tive sorte com irmãos, nem de sangue e adotivos,mas,mesmo assim desejei sempre que fossem felizes,o amor é algo sublime e qdo se tem muito dentro de si dá pra espalhar. Montão de bjs e abraços e um bom carnaval!

    ResponderExcluir
  2. Você é realmente uma pessoinha maravilhosa.
    Muita felicidade ao seu irmão e esposa.
    Que sejam felizes sempre.
    Bjos meus!

    ResponderExcluir
  3. Ai, ai, aiiii, que linda homenagem!
    Fuiquei com os olhos rasos d'agua.

    Desejo que teu irmão e tua cunhada sejam felizes paara sempre!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Que linda homenagem, Juliana!
    Parabéns para seu irmão, viu?
    Bom feriadão. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Aqui o se7e/5 vai oferecer-lhe um comentário útil e não essa merdice de favor que essa gentinha espalha por aí. Será que você merece? É uma dúvida fodida, mas, aqui o se7e/5 vai mudar seu pensamento, vai ativar seu cérebro. Se não sentir qualquer mudança, é porque seus últimos neurônios já eram.
    Muito lindinho, mas inconsequente. Sem aquela profundidade útil. Apenas mais do mesmo. Aqui o se7e/5, vai mais longe, pretende espicaçar vossos neurônios preguiçosos. Aqui o se7e/5, vai mais longe, pretende espicaçar vossos neurônios preguiçosos. Abrir vossa fé de alto abaixo. Obrigar-vos a revelar o que de muito útil existe em você, caro lindão. A lindona também não é de deitar fora; muito lindinha mesmo. Bem, mas vamos ao que interessa:

    “A cultura é uma merda cansativa. Ter de saber tudo ou, pelo menos, mais do que os outros, não deixar cair a “pena”, manter a noção do texto corrigido antes de o escrever. Estar permanente sóbrio num estado de embriaguez, quando apetece vomitar sobre os intelectuais de novela da hora nobre. E em nós também. Por que não suportar propostas políticas aliciantes, intelectuais e corrupção?
    Ao serviço do poder, do partido, dos lados ou das cores; qualquer desculpa serve o propósito. E a cultura é apátrida! E conservar a imagem de personalidade do ano, como tias “estafermadas” sem corpo, sem neurônios, sem vergonha na plástica e a cultura que se foda! Estes intelectuais transpiram diferença e indiferença, inspiram o oxigênio do euros, dólares e reais e a expiração tem o curto prazo de um governo eleito. Sem tempo para respirar, porque a cultura é asfixiante , porque ler um livro não basta, nem milhões de livros garantem uma cultura de se lhe tirar o chapéu. Uma chapelada. Não há tempo para respirar cultura! Apenas se aguarda uma cajadada no lombo porque o pastor se aproxima para escolher uma ovelha ranhosa para o sacrifício. As ovelhas ranhosas são perigosas, tal como as ovelhas brancas em rebanhos de ovelhas negras. As negras também se abatem mas, antes da prática carniceira, são discriminadas.
    Não há ovelhas negras em governos Brasileiros. Talvez haja. Jogados a um canto escuro a coberto da noite, onde permanecem até a aparição servir uma conveniência branca. Tal como qualquer outro rebanho. Tal como as tias e descrentes que se movem em espaços virtuais, pastando como ovelhas negras, frequentando círculos próprios onde se isolam em divagações de alta sociedade, cuspindo disparates que os fazem dormir mal e acordar pior.
    A cultura do sec.XXI é uma mescla de economia global, política dominante e apropriação intelectual ao serviço da proliferação da miséria e sofrimento, como factores de revitalização permanente dos esgotamentos evolutivos periódicos. Correr sem sair do lugar. O conhecimento corrompido, a cultura de almanaque, jornal desportivo e leitura alcoviteira do jet-set, remete para o conhecimento desenraizado do progresso democrático sob a égide de um Estado de Direito, mas sem qualquer ética como regra.
    O fantoche intelectual é uma realidade que descansa na palma da mão e se equilibra no dedo acusador dos oportunistas sem escrúpulos, os poderosos, com objectivos de domínio global. A força dos dedos médios em riste, firmes. São estes fantoches que anestesiam e embalam as massas, mantendo-as desfocadas da realidade. Quando a dor se revela, esses intelectuais “blogosferam-se”; fogem para a lixeira inconsequente dos desabafos indignos.”

    Isto é a BLOGOSFERA, na qual todos vós chafurdais, como porcos num chiqueiro. Se aqui o se7e/5 estiver errado, provem!

    ResponderExcluir
  6. Olá Juliana,linda homenagem,que fizeste ao seu irmão e cunhada,que eles sejam felizes,o casamento quando abençõado por Deus prospera enormemente!
    Obrigada pela visita no meu site(fiquei chique colega registrei um domínio kkkkkk)
    acabei de postar a resenha do livro Melancia,confira por lá ok?
    Beijos!
    Um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  7. Oooooh amei. Lindo e emocionante mesmo. O ninho de sua mãe jamais ficará vazio querida, a casa de nossos pais sempre será nossa casa.

    P.S
    Ah tem um Award pra você no meu blog, passa la...

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju!
    Quee legal da sua parte escrever um poema para seu rimão e para a esposa dele!!!
    Acho que já disse isso, eu não tenho essa habilidade!! ^^
    Parabéns! :D
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. ...
    Olá, Juliana.
    Grato por sua visita.
    Gosto muito de suas letrinhas.
    Quanto as que deixaste lá no meu canto, virou "Réplica".
    Bjs.
    ...

    ResponderExcluir
  10. ...Juliana lindeza minha,
    quanto tempo que eu não passio
    por aqui nesta tua casa linda,
    e quando chego me deparo com
    esta homenagem lindissima aos
    seus queridos, irmão e cunhada,
    que a partir de então passou a ser
    tbm uma irmã para tí.

    maravilha de post!

    você é uma linda!

    deixo beijos...

    ResponderExcluir
  11. Amiga.

    Casamento é um reencontro com a esperança.
    Quando alguém casa,
    abre mão da sua vida individual
    para fazer outra pessoa feliz.
    E o que era plano se faz essência.

    Que os sonhos te acompanhem sempre.

    ResponderExcluir
  12. Respondendo...

    Elaine Barnes
    Só posso dizer uma coisa querida: Amém!

    Sandra Botelho
    Ora, assim vc me deixa até sem graça rsrsrs Brigada.

    Ana Cristina Cattete Quevedo
    Desejo um felizes para sempre pra eles também!

    Reyel Angel
    Obrigada

    Se7e/5
    Não considero nem favor e nem gentinha as pessoas que dispõem de seu tempo e opiniões e as desfrutam comigo... Pelo contrario.
    Mas agradeço o tempo que vc desprendeu pra comentar, quanto a não saber se eu mereço, bem caro, só vc pode fazer tal julgamento, já que eu me abstenho de julgar o próximo e quem quer que seja que mereça.
    Quanto ao seu rico comentário e a mais rica ainda conclusão sobre sermos como porcos aglomerados em um chiqueiro(discordo), mas não sei se posso provar qualquer coisa, vc deve saber melhor que eu, um porco sempre reconhece um semelhante.

    Thais
    Suas resenhas são sempre ótimas, e suas indicações perfeitas, espero que me perdoe a ausência é que as aulas começaram e ando correndo um bocado.

    Mahria
    Isso é verdade!Mas sabe como mãe é não é?rsrsrsrs Vou vê o award

    Giu Fernandes
    Vc tem que tentar Giu!Tenho certeza que vai surpreender a todos, inclusive a você mesmo.

    Júlio Castellain
    Réplica!Adorei, mesmo, mesmo...

    Vivian
    Saudades imensas Viv!Nossa faz tempo mesmo...

    ALUISIO CAVALCANTE JR
    Sim, que me acompanhem já que eu não tô conseguindo acompanhar rsrsrs

    Pelos caminhos da vida (Aninha)
    Vc que é linda!

    Juu
    São mesmo lindos eles, não são?rsrsrs

    Gente, desculpem o atraso, andei correndo aqui.Espero que tenham tido um carnaval maravilhoso!!!


    Milhões de beijos a todos!

    ResponderExcluir
  13. ôôô JÚJÚ VALEU FIQUEI MUITO EMOCIONADO POR ESSE POEMA;QUE DEUS POSSA LHE DÁ ESTA GRAÇA SEMPRE...QUE ESTE DOM DE AMOR,PERMANEÇA SEMPRE PARA GLORIFICAR O SENHOR...TE AMAMOS MESMO DE LONGE VIUU...CLEYTON E RUTH.

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados