29 de out de 2009

Como queriamos!



Por Juliana Lira & Paulo Roberto

Fico aqui de longe
Fazendo tantos sonhadores planos
Esperando que nos toquemos
Que nos encontremos na vida, (saudáveis brincando...)
E nos percamos nas brincadeiras que não ensaiamos.

Encontro você em sonhos, (que dizem mais que a realidade.)
Sinto em minha pele os teus toques
Em minha boca teus beijos
O sonho brincando com minha sobriedade

Das nuvens faço sandálias, na cadência dos cometas pego passagem
Caio noutra realidade num instante
Onde estamos perdidos do mundo
Esquecidos pelo tempo
Amantes eternos
Ponderando oportunidades
De ser mais do que podemos!

Lá vou eu
Em um céu onde és meu sol
Onde cantas como um Querubim
Não há distâncias intransponíveis
Não há sonhos impossíveis
Sendo mais do que podemos
Mas muito menos do que queremos...
De amantes nos fazemos
Sem barreiras
Apenas pontes
Apenas nós
Apenas horizontes
Pra caminharmos a sós!



(Paulo é o poeta do blog Palavras apenas palavras...pequenas palavras...)

8 comentários:

  1. 'Não há sonhos impossíveis'
    perfoo >.<

    ResponderExcluir
  2. Um beleza de poema a duas mãos ou será a dois corações...muito lindo...muito doce!!!

    Beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  3. Olá...muito lindo o seu blog, e o poema é tudo...

    Obrigada, por seguir o meu blog.

    Tenha uma ótima noite.

    Abraços, Lú.

    ResponderExcluir
  4. Amo vir aqui... tá tão cheio de inspiração o seu espaço! Linda poesia, Juh! Que Deus abençoe o seu viver! Recebeu o bjinho que mandei pelo anjo do meu blog?
    Smackkkkkkkkkk!

    ResponderExcluir
  5. Uauu... linda essas letras...

    Um sonho, uma possibilidade, quando se ama, quando somos amadas(os) há sim um sonho.

    Bjos! [Amei!]

    ResponderExcluir
  6. Não há nada impossível no céu onde és meu sol.

    O linda
    Passando pra te avisar que tem selo/meme/Eliane no meu blog pra você

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  7. "De amantes nos fazemos
    Sem barreiras
    Apenas pontes
    Apenas nós
    Apenas horizontes
    Pra caminharmos a sós!"

    isso é estilo e harmonia poética,
    que dueto de tirar o folêgo!

    abraços,
    e esses dois:
    eu a-do-ro!

    menino-homem

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados