12 de ago de 2010

Não me acorde pai...


 FOTO: Google imagens
ESCRITO por Juliana Costa de Lira

Porque nos meus sonhos
ainda te tenho comigo
visita- me constantemente
sorri e és feliz!

Porque a espera por
te reencontrar é inútil
e a saudade é cruel...

Não me deixe acordar,
preciso dormir pra te encontrar

Não bata essa porta
Não me diga adeus

Não deixe o vazio novamente
Não deixe o vazio aqui

Sinto tanto sua falta!
Quem vai me ensinar o que preciso?
Não há quem me faça calçar as sandálias...

Te amo tanto!
Não me acorde hoje,
não quero viver hoje
Sem você aqui...

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`ღ*


Poema  escrito em 12/08/2009 há um ano.
Hoje é aniversário de morte dele, e eu não tenho palavras novas, pra descrever esse sentimento.

Ps: Peço que compreendam que é uma semana difícil pra mim. por isso não tenho visitado.Vou retomar as visitas assim que retomar o fôlego.

Milhões de beijos a todos

13 comentários:

  1. JU...
    VOCÊ É UMA FOFURA DE PESSOA!
    BEIJOS...

    ResponderExcluir
  2. Ju,
    Que coisa mais triste menina!
    Quase me fez chorar ( tive que pensar em outra coisa)
    Ví uma menininha tão indefesa, sem calçar as sandálias... nossa.. doeu profundamente..
    Acho que é pq minha menininha tb sente falta do pai! : (

    Fazer o que né... a hora que acordar, vista as sandálias e vá a luta! Pq a vida não pára .. para curarmos nossas dores!

    Afff... bjinho

    ResponderExcluir
  3. Juliana, seu blog é muito lindo!Esse texto mais a foto da criança tem tudo a ver..."

    ResponderExcluir
  4. Olá Juliana!
    Sei como é doloroso perder alguém que tanto amamos, mas a espera nunca é inútil.
    Um dia terás esse reencontro tanto esperado.
    Até lá continua com os teus lindos a recordar essa bela pessoa.
    Beijo,
    Judite

    ResponderExcluir
  5. Hehe sabe perdi meu pai cedo 11 anos na época que os meninos precisam de conselhos, mas, meu pai me deixou um tesouro... lembro que meu pai fazia de tudo para me ver sorrir... o sorriso que trago hoje carrego em homenagem a ele. =)

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  6. Ju... Sua sensibilidade é perfeita!
    Tuas palavras me fizeram chorar!
    TENHO ORGULHO TE VC... COMO SEI QUE SEU PAI TEVE E TERIA!

    TE AMO

    ResponderExcluir
  7. Juliana Lira, cheguei ao seu blog através de um comentário seu que vi num outro blog.
    Abri o seu blog e me deparei com o texto Minha comemoração marcante e fiquei de queixo caído do início ao fim. Tive aquela mesma sensação ao assistir um filme espetacular que te surpreende a cada cena que passa, inclusive o final.
    Começei o texto surpreso com a sua simplicidade, sagacidade na escolha da roupa da festa. Simplesmente você estava vestida de você mesma, sem fugir dos seus padrões. A segunda foi a reação das pessoas ao te ver vestida fora dos padrões da sociedade, mas mesmo assim seguiram o que estava no script de forma natural o que também te marcou. A terceira foi a revelação do falecimento do seu pai. E no grand finale, o belo sentimento e as melhores lembranças possíveis que você se refere ao seu pai.
    De cara já conquistou mais um leitor e fugirei dos (meus) padrões e já vou te linkar no meu blog logo de cara, no primeiro comentário que faço aqui, inclusive sem te perguntar/informar antes.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Nossa Ju, muito lindo esse texto... demonstra todo afeto e carinho que vc guarda pelo seu pai, essa é a verdadeira herança! bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  9. Saudades suas,
    queria te conceder um desejo
    tal qual magos poderiam,
    mas a minha magia em essência
    não é grande o suficiente,
    estive pensando em ti,
    meditando,
    e desejando que contigo tudo estivesse muito bem,
    sabia da sua dor,
    sem saber o que dizer...

    Mas você sabe que ele vela por ti,
    que não terá de dizer Adeus nunca mais,
    que ele guarda seus passos,
    e tem orgulho da menina que criou...

    E só sendo um homem grande,
    pra ser pai de uma pessoa maravilhos como você,
    dou meus parabéns de homem pra homem,
    pra esse homem que te fez.

    Saiba que conta com meus sentimentos,
    e minha companhia,
    eu nunca te disse Adeus...

    Beijos Juh, se cuida,
    e melhor essa cara!

    Até...

    ResponderExcluir
  10. lindo seu poema!!! tenho certeza que de onde ele esta, ele sabe do tamanho do seu amor!!!

    vou voltar!

    bjo

    ResponderExcluir
  11. Ju,

    Minha amiga querida ( vou chamá-la assim, porque mesmo distantes, tenho um carinho especial por vc)

    Posso dizer com todas as letras... sei o que vc sente. Sua dor é única, exclusiva... contudo, sinto esse mesmo vazio há 20 anos. Perdi meu pai em 1989 e até hoje fica uma lacuna aberta em meu coração!

    Respeito seus sentimentos e a eles vc deve ser devota.

    O que posso mais lhe dizer? O reencontro daqueles que se amam é uma certeza!

    Fique com DEUS, querida!

    Beijo Karinhoso,

    ResponderExcluir
  12. Ju,
    Eu ainda não conheço dor desse tamanho querida, e talvez o que eu imagine aqui seja algo longe do que estás sentindo. Mas de qualquer forma deixo aqui meu abraço, carinho.

    ResponderExcluir
  13. Você tem o dom de emocionar,toca a alma da gente. Muito triste não ter por perto quem a gente ama,mas, aonde ele estiver jamais te abandonará. Ele sempre estará te dizendo o que precisa saber pois está aí dentro do seu coração te guiando. Montão de bjs e abraços
    Elaine Barnes

    ResponderExcluir

Me conta tua impressão sobre o que leu, que eu te conto o que tua impressão me causou.

Posts Relacionados