9 de mai de 2017

Intenso


Queira alguém mais que respirar.
Deseje seu riso e seu canto.
Proteja seu rosto do pranto.
Faça do seus braços um lar.

Sinta falta a cada vão momento
E tenha em mente o abraço amado,
Um som conhecido, um cheiro adorado,
Tudo que te enriqueça o pensamento.

E se a vida te separa de quem adora,
Ou se os caminhos te parecem opostos
Forçando-te a uma existência errante.

Saiba que o amor escolhe os dispostos.
Ame com toda a intensidade do instante.
Pois é nele que o riso e a alma mora.



5 de mai de 2017

Respondendo...

Eu quero agradecer imensamente o carinho de vocês. Especialmente para as leitoras e leitores que escrevem  pela aba contato. Agradeço a paciência e essa delicadeza com que sempre recebem minhas palavras. Saibam que seus comentários me tocam muito.

Resolvi expressar um pouquinho desse afeto nesse post, porque vocês são um dos motivos de continuar escrevendo, mesmo sem tempo e sem inspiração... Por essa razão vou responder um dos emails que recebi. Será o primeiro, por favor não fiquem tristes se eu demoro a responder, é mesmo por questão de tempo, mas sempre respondo a todos, claro, não por aqui rs




Valenthina, minha linda! Muito obrigada pelo seu carinho, eu também já senti essa empatia magica ao ler alguma coisa. Quem nunca sentiu? Parece que as palavras do autor saíram de dentro do nosso coraçãozinho e ganharam o mundo! 
Mas ainda fico comovida quando vocês dizem que isso acontece ao me lerem, Essa ligação etérea que as palavras provocam...
Você também é parte de mim, somos parte desse universo incrível e mágico e espero que a nossa insanidade um dia seja perdoada, pois é ela que nos torna seres  únicos.
Seja forte. Persevere na sua caminhada que você alcançara o infinito!

Finais



Não cabem em tudo
Os três pontos...
Consola o coração
Sê forte e firme.
A vida é feita de inícios,

Mas principalmente de finais.

13 de abr de 2017


Tenho recebido vários e-mails perguntando sobre o Reticências. Eu não parei com o blog. Tem sido difícil dar conta de psicologia e do blog ao mesmo tempo. Muita leitura, muito trabalho, muita prova. A inspiração também parece sumir em alguns momentos, as palavras faltam. Como se eu fosse um cano entupido. Eu tenho muito a dizer, mas nada digo...

Agora estou de férias. Então vamos ver o que sai de bom dessa pessoinha aqui. 
Saudades sempre...