28 de jun de 2018

Que tudo chega ao fim



Brota uma nova flor. Cálida traz vida a Terra, emana esperança. 
Outrora milhares de rosas suntuosas exalavam calor seguindo os ritos da existência.
Quem dera pausassemos o tempo nessa dança do infinito,
Contudo, fenece o viço. Fenece o existir...
Numa renovação infindável dos dias.  
Numa saudosa dança de encontros.


4 de jun de 2018

Se vale a pena




A jornada é difícil. Muitas vezes me pergunto se vale a pena. É um mundo injusto de pessoas injustas. A existência é breve, muitas vezes interrompida de forma cruel.
O que nos faz continuar em um mundo de Temers, em um mundo de cegos apontando o caminho a seguir? O que nos mantêm de pé quando tudo ao nosso redor desmorona?
Eu espero que Deus esteja logo ali, nos esperando para nos explicar. Porque não há filosofia ou teologia suficientemente boa que acalme nossos corações tumultuados.
No fim vai ver que vida é só isso: continuar caminhando, apesar das más condições da estrada, dos maus companheiros de viagem, das paradas de baixa qualidade, de não sabermos sequer para onde a estrada irá nos levar, mas, algumas raras vezes, até que a paisagem vale a pena.

2 de jun de 2018

Da letra escrita


Escrevo porque a canção não está completa.
A estrada está cortada.
A alma só encontra abrigo na linguagem,
QUando as letras se juntam em um sentido próprio
Minha paixão é a palavra.
O verso solto que corre o mundo, do meu mundo para todos os mundos.
Eu escrevo como quem, sedenta, bebe água
E os meus dedos percorrem as letras com a mesma velocidade 
Que a luz percorre o universo.
Escrevo para mim
Escrevo por mim. 
E escrever salva meus dias

1 de jun de 2018

Voltando para casa



Estive perdida. 
Ondas me levaram para longe. 
A tempestade cegou meus olhos.
Eu andei em círculos por muito tempo.
Eu ouvi muitos pássaros, voando sem parar,
Quando nos falta o chão nos sobra o ar.
Eu voei por muitos céus.
Fui muitas versões de mim até esquecer quem sou.
Eu saltitei infinitos.
Hoje volto para o inicio da jornada,
De quem eu sou,
De quem estou tentando ser,
Da minha essencia e morada,
Estou voltando para casa.

5 de out de 2017

Saudade


Todas as horas do dia contam a saudade
Essa tem teu nome em forma de verso e musica
Tem o cheiro do teu perfume.
Tem o som da tua voz...

Tem as notas do nosso adeus.